Terapia Familiar e de Casal

A terapia familiar e de casal baseia-se no principio de que os indivíduos e os seus problemas são melhor entendidos em contexto relacional, e o mais importante é a família.
Podemos encontrar outros, mais pequenos como o fraternal (entre irmãos), ou o de casal, ou o mais alargado como o laboral ou o de comunidade. A maioria dos problemas, sintomas e conflitos que motivam uma consulta tem um profundo impacto na família (da qual o indivíduo é uma parte); Também na família podemos encontrar a chave para muitas soluções.

Com treino em psicoterapia e sistemas familiares, os terapeutas familiares e sistémicos focam a sua atenção na compreensão dos sintomas dos seus clientes e os padrões de interacção com a família e amigos que podem contribuir para o problema. O terapeuta familiar, normalmente colocará questões acerca de papéis, padrões, regras, objectivos, crenças, e estádios de desenvolvimento. Então o terapeuta pode escolher entre trabalhar com o indivíduo, o casal, a família no sentido de alterar os padrões interactivos para que o problema se possa resolver.

O que é?

Na Terapia Familiar Sistémica procuramos juntar os elementos da família mais envolvidos nos problemas, sintomas ou conflitos e conversar sobre os mesmos. Teremos um sala cheia, se for a familiar alargada com os pais, os filhos, os avós, os tios, o gato, o cão e o periquito (não é para rir pois já fiz uma consulta em que o coelho foi decisivo para permitir a comunicação com a filha), ou apenas o casal.

Para que serve?

O aparecimento de uma situação de doença ou perturbação emocional gera inevitavelmente uma crise a nível individual e familiar. Novos sentimentos e preocupações são despoletados, novas decisões têm que ser tomadas, e as prioridades podem ter que ser alteradas. Este é um período de perturbação emocional em que a coesão e força da família serão postas à prova. Esta consulta serve para encontrar saídas alternativas àquelas que até aí não foram eficazes.

A que níveis intervimos?

Do INDIVÍDUO proporcionando-lhe um espaço onde sejam acautelados os efeitos da problemática pessoal no meio envolvente.

Do CASAL proporcionando-lhes um espaço onde seja possível equacionar novas formas de diálogo.

Da FAMÍLIA proporcionando-lhes um espaço onde crescimento autónomo de cada um dos elementos da família seja possível em simultâneo com o crescimento emocional da família.

O que distingue o terapeuta familiar?

A orientação sistémica e familiar associada a um treino rigoroso são alguns dos atributos dos terapeutas sistémicos e familiares. São treinados em diferentes modelos de terapia de forma a prepará-los para o trabalho com famílias, casais, indivíduos e grupos. O treino do terapeuta familiar e sistémico inclui a supervisão ao vivo com terapeuta seniores, o que é único entre as disciplinas da saúde mental.

Os resultados têm demonstrado que a terapia familiar e sistémica é rentável, de curto termo, e orientada para os resultados, com melhoras significativas em áreas da saúde emocional e física, e das relações interpessoais.

E se o meu cônjuge/família não quiser participar?

Não é necessária a presença de toda a família para que esta seja eficaz. Membros da família que não estejam interessados muitas vezes envolvem-se mais tarde se existir pelo menos um membro da família motivado.

Em caso de dúvida, contacte-me!